Universo das Esquadrias

Esquadrias de Alto Padrão – O que será que isso quer dizer? – Parte 2

Conheça a seguir os principais parâmetros, que uma Esquadria deve atender, para poder ser considerada como de Alto Padrão. Uma referência mais segura para se fazer uma escolha mais objetiva e assertiva.

ALTO PADRÃO NÃO É SINÔNIMO DE ALTO CUSTO
Um primeiro aspecto, que deve ficar claro, é que, instalações de Alto Padrão, não podem ser consideradas, como tal, apenas para grandes projetos e grandes vãos. E também, não é porque uma linha atende grandes vãos, que ela seja automaticamente de Alto Padrão. Toda instalação pode ser de Alto padrão Efetivo, porque não é o porte da residência que define a qualidade se suas instalações, mas o grau de conhecimento e exigência do profissional e do proprietário.

SE COMEÇA PELA SEGURANÇA
O primeiro critério para definir a confiabilidade de uma instalação, é seu desempenho estrutural. Para isso, a Linha utilizada, deve obrigatoriamente, ser certificada e atender as normas que disciplinam essa condição.
Além disso é importante saber qual a origem dos perfis, isto é, onde foram extrusados. Muitos utilizam perfis inadequados e também insuficientes para garantir a segurança necessária para a instalação e acabam colocando ‘’ Reforços’’, que não fazem parte da instalação, mas o cliente não tem como perceber isso.

NÃO PODE ENTRAR ÁGUA NEM POEIRA
O segundo critério a ser conferido é sua estanqueidade. Resumindo, não deve entrar água, nem poeira pelas instalações. Parece uma coisa óbvia, mas as pessoas acham que isso é normal, mas, não é, e nem tolerável.
Uma instalação de Alto Padrão Efetivo, deve garantir, através de certificação e homologação, seu desempenho de estanqueidade, previstos pela norma.

Veja em nossa próxima matéria do blog, a descrição dos demais critérios para definição de uma Esquadria de Alto Padrão Efetivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *